8 dicas para a sua empresa investir no marketing de relacionamento

 

Por: Letícia Esther

Você já deve saber que o Marketing é uma importante área do conhecimento, principalmente quando se trata de organizações. No mundo corporativo atual, em que muitas empresas buscam dominar o mesmo nicho de mercado, comercializam os mesmos produtos e prestam os mesmos serviços (ou que sejam, no mínimo, semelhantes), a necessidade de se destacar entre os concorrentes vem aumentando de forma surpreendente. No contexto organizacional, o Marketing pode ser definido como um conjunto de processos que visam agregar valor à marca e imagem da empresa. Para isso, traça estratégias de comunicação interna e externa, visando a crescente prospecção e fidelização de clientes, levando em consideração o objetivo de tornar a empresa cada vez mais conhecida e valorizada no mercado.

Você concorda que, para se manter de pé, todo e qualquer negócio precisa de clientes, certo? Não adianta oferecer um bom produto ou um serviço de qualidade, se a sua empresa não busca cultivar um bom relacionamento com o seu alvo principal: os clientes. Por isso, selecionamos 8 dicas para te ajudar a conquistar o seu público-alvo de forma eficiente e eficaz.

#1 – Identifique o seu público alvo

O Marketing é a arte de traçar estratégias. No entanto, para que essas estratégias sejam assertivas e eficazes, é preciso ter insumos. Estes insumos podem ser definidos como um conjunto de dados e informações específicas sobre o alvo que se deseja alcançar. Em outras palavras, antes de qualquer tomada de decisão, é preciso definir, de forma clara e descritiva, qual o público a sua empresa deseja conquistar. Afinal de contas, não adianta ter uma proposta revolucionária de produto ou serviço, se a sua empresa a oferece para as pessoas erradas. Portanto, o primeiro passo é analisar a proposta da sua empresa e traçar um paralelo com o público correspondente.

#2 – Não se preocupe em prospectar, se preocupe em fidelizar

Nos livros didáticos e até mesmo na mídia, muito se ouve falar sobre a importância de prospectar clientes para o seu negócio. Mas será que existe algo mais importante do que isso? A resposta para esta pergunta é, inegavelmente, SIM! Mais importante do que prospectar, é fidelizar. Você já se perguntou os motivos que te levam a voltar naquela loja onde você consumiu uma única vez? E o que não te faz voltar? Tudo isso está ligado à fidelização. Portanto, é fundamental investir em estratégias nesse sentido, dando motivos e benefícios para que o seu cliente se torne parte da sua empresa. Costumamos dizer que “a melhor propaganda é feita por clientes satisfeitos”. Por isso, garantir que o cliente se encante com a sua proposta é a melhor maneira de manter a sua empresa viva e crescente.

#3 – Foco no primeiro contato

O cliente é importante a todo momento, e em todo momento deve receber a atenção que merece: e isso envolve o primeiro contato. Você entraria em contato com alguma empresa que não é do seu interesse? Provavelmente não. Portanto, devemos ter em mente que, se o cliente ligou, enviou e-mail ou efetuou o primeiro contato de qualquer outra maneira, significa que você já conseguiu dar o primeiro passo: você despertou o interesse. Agora, cabe a você fazer com que este interesse cresça cada vez mais e traga bons resultados. Por isso, esteja atento à qualidade do atendimento. Seja prestativo, solícito e dê a ele motivos para que ele queira conhecer mais a sua empresa e quem sabe, adquirir os seus produtos e serviços. O primeiro contato é o momento decisivo, em que o cliente poderá se interessar muito mais pela sua proposta ou removê-la da sua lista de opções. Esteja atento!

#4 – Identifique o perfil do seu cliente

Eles podem ter interesses em comum, mas acredite: eles não são iguais! Você já deve saber que nós, seres humanos, somos dotados de personalidades diferentes. Podemos ser tímidos, extrovertidos, conversadores, calados, objetivos, distraídos, entre tantas outras possibilidades. O fato é que, para cada uma destas personalidades, a maneira de se relacionar deve ser diferente. Por isso, desde o primeiro contato, busque identificar o perfil do seu cliente, para que ele receba o tratamento adequado e se sinta à vontade. Dessa maneira, as chances dele se identificar com a sua empresa e querer continuar mantendo contato será muito maior. Dê ao cliente o que ele busca, e ele lhe dará bons frutos.

#5 – Busque se destacar da concorrência

Você já parou para pensar o que te faz, todos os dias, comprar pão naquela padaria e não em outra? Essa decisão está relacionada aos diferenciais que ela pode te proporcionar. Usando o exemplo da padaria, talvez ela tenha um atendimento melhor do que as outras; ou talvez ela ofereça produtos que você não encontra em outro lugar. Talvez ela tenha um espaço onde você possa sentar para conversar e comer um lanche, coisa que você não encontra em outros estabelecimentos por aí. E é justamente nisso que a sua empresa precisa investir: diferenciais. Para isso, faça uma análise concorrencial. Observe quais são os pontos fortes e fracos dos seus concorrentes e, analisando a demanda existente, busque implementar elementos que outras empresas não têm. Em outras palavras, ofereça motivos para que o cliente escolha a sua empresa, e não outra qualquer. Às vezes, um pequeno detalhe -que por vezes passa despercebido- pode fazer toda a diferença.

#6 – Demonstre profissionalismo e competência

Imagine que você fará um pequeno processo cirúrgico, e ao entrar na clínica médica, você se depara com um médico completamente bravo e irritado? Você se sentiria confortável para confiar nos serviços que ele te prestará? Muitas pessoas podem responder que não. Portanto, é muito importante ter cuidado com a credibilidade que a sua empresa pretende passar. Desde o primeiro contato até o momento de fechar negócio, o seu cliente precisa ter a certeza de que fez uma boa opção. Com tantos concorrentes por aí, se ele escolheu a sua empresa, significa que ele confia no seu profissionalismo e competência, certo? Portanto, é muito importante manter essa confiança para que ela não se perca. Ou, em outros casos, conquistar essa confiança. Para isso, todo o ambiente e todas as ações organizacionais devem estar de acordo com o que ele promete ser. Seja fiel à sua propaganda e demonstre a sua capacidade de atender às necessidades do seu público alvo de maneira ética, profissional e competente.

#7 – Esteja atento às demandas de mercado

Não adianta oferecer roupas de frio se o tempo está quente. Antes de qualquer coisa, busque entender quais são as necessidades e expectativas daquele público que a sua empresa deseja alcançar. Elabore pesquisas de mercado, questionários e outros métodos que sejam capazes de coletar dados e informações relevantes para o crescimento do seu negócio.

#8 – Esteja atento aos resultados obtidos

Tão importante quanto plantar, é se certificar de que está colhendo aquilo que se espera. Portanto, além de traçar estratégias de prospecção e fidelização, esteja atento aos resultados obtidos. Dessa forma, caso isso não esteja acontecendo, você terá tempo suficiente para identificar os gaps e traçar novos caminhos que tragam os resultados esperados. Para isso, a sua empresa pode aplicar pesquisas e formulários, por exemplo, a fim de identificar a satisfação ou insatisfação do seu público de interesse com relação ao seu negócio.